[Review] Renegade Ops

Empresa: SEGA
Desenvolvedora: Avalanche Studios
Categoria: Ação
Lançamento: 14/10/11
Classificação: T(Teen), Indicados para maiores de 13 anos.
Plataforma: PS3, XBox 360 e PC


Quebre as regras! Para os Renegade Ops esse é o dilema para combater as forças do mal. Um esquadrão de quatro motoristas que utilizam os seus veículos fortemente armados para fazer o que preciso para fazer justiça explosiva nos exércitos de um terrorista chamado “Inferno”.

A boa jogabilidade faz com que o jogo circule em torno do divertimento. Possui um combate rápido e excitante, um sistema de atualização que oferece recompensa agradável para progresso, visuais grandes e bem detalhados contribuem para criar um impressionante senso de movimento e imensidão. Porém não posso deixar de citar que faltou surpresas nas missões.



Antes de qualquer coisa, você deve escolher qual veículo Renegade Ops quer dirigir. São quatro veículos e cada um tem sua própria habilidade especial: O veículo do Armand tem um escudo; o da Diz tem uma EMP; do Roxy é o que pode ser chamado de ataque aéreo; e o 4×4 do Gunnar é, se certa forma, uma arma pesada. Os veículos de Renegade Ops são todos diferentes e são todos capazes das missões. Roxy, o ataque aéreo, é o mais útil por ter um poder mais satisfatório que os outros, entretanto ela é também mais frágil que as demais. O EMP de Diz desativa temporariamente as armas inimigas, tornando-se particularmente útil, e pode ser uma boa estratégia usar esse veículo no modo multiplayer. O escudo de Armand, eventualmente, reflete projéteis de volta para o inimigo e permite que você destruir veículos inimigos pequenos, mas pode se tornar a opção menos agradável jogar com ele pela sua falta de aplicação ofensiva. A pesada arma de Gunnar é a devastadora, mas também é difícil de usar de forma eficaz, porque você não pode mover e atirar ao mesmo tempo, e estando parado significa muitas vezes assinar sua própria sentença de morte.

Independentemente de qual veículo que escolher, ao longo da aventura você percorre um logo percurso em altas velocidades em trilhas sul-americanas, caminhos de montanhas enevoadas, e outras diversas estradas. A sensação de mover os veículos com a câmera por cima é muito agradável no jogo, tornando-se prazeroso soltar o turbo, e sair derrapando nas curvas e deixando um rastro de poeira. A câmera flutuante traz uma sensação de grandeza, permite que você veja a área melhor, não se preocupando com o que está atrás de você mas sim com quem está a sua volta. Esse visual também aumenta a sensação e a adrenalina de atravessar terrenos acidentados, de ver o seu veículo saltar com cada barranco de terra na estrada… Woww! Essa perspectiva permite um senso de escala impressionante. Em um ponto, por exemplo, você dirige em uma ponte sobre um rio, e vê um navio abaixo de você centenas de vezes maior do que o seu veículo minúsculo.

Além de suas habilidades especiais, os veículos vêm equipados com metralhadoras, que permite tiros rápidos e direitos. Você também pode pegar armas secundárias, incluindo lançadores de foguetes, lança-chamas, metralhadoras entre outras. Este material bélico torna-se muito útil porque o vilão "Inferno" tem uma fonte, aparentemente, interminável de capangas e uma oferta infinita de veículos: buggies, caminhões, tanques, helicópteros e muito mais. Lutando contra o exército do Inferno seu veículo pode resistir a alguns danos, mas você está longe de ser invencível, por isso precisa ficar em movimento, fugir do fogo inimigo e lutar para conseguir saúde (pick-ups). Como você pode destruir os inimigos em rápida sucessão, você acumula pontuações, e essa pontuação duplica seus pontos de experiência, aumentando o nível de ataque e devesa do seu veículo. Isso é definitivamente um incentivo real para acabar com o maior número de capangas do Inferno, e o mais rápido possível.

Missões de manter a pressão, dando-lhe objetivos primários e secundários para completar, bem como dando-lhe um tempo limitado para terminar os principais objetivos. Os níveis são vastos e você pode se movimentar livremente em todo o mapa, destruir um tanque inimigo enquanto o relógio continua sua contagem é emocionante. Mas a falta de variedade no decorrer do jogo deixa a desejar, poucas missões torna-se um pouco… digamos, chato. Também tem mudanças de situações onde, por exemplo, você dirige ao lado de um comboio a alta velocidade em uma missão e se infiltra em um complexo inimigo perigoso , mas o jogo não evolui muito nem trazem muitas surpresas.

Ainda assim, a ação é fantástica, e é melhor ainda quando você compartilha com os amigos. Dois jogadores em tela dividida funciona bem, apesar de limitar severamente sua visão sobre a área circundante. A melhor opção é hop on-line e combater essas missões com até três outros jogadores, o que é imensamente agradável, apesar de ter que fazer várias tentativas para juntar-se jogo de um amigo, e a ação é as vezes interrompida por contratempos do jogo. Outro fator que deixou a dejesar foi seu tamanho. Apenas 9 níveis deu a sensação de quero mais. Porém a jogabilidade é excitante o suficiente para fazer você ignorar esses detalhes e centrar no quanto é emocionate controlar um veículo que te dá poder e total liberdade para destruir um exercito, proporcionar altas explosões, desmoronar construções e passar por cima de qualquer obstáculo. Renegad Ops é uma boa opção de intretenimento.

Enviado também para: Projeto Sega Brasil

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t